Por que devo manter o controle, registro e documentação de TI da minha empresa

Controle TI

Organização é algo que se aplica em auxílio a qualquer atividade de produção. O mercado de Tecnologia da Informação, ou TI, não é diferente. Embora muitas atividades não sejam reguladas e não existam conselhos estabelecidos, a prática vem trazendo muitas experiências, como modelo de atuação para resultados positivos, e auxiliando a construir as boas e as melhores práticas em protocolos de TI.

Palavras como controle, registro e documentação podem ser confundidas erroneamente como antiquadas pelos funcionários de TI, que costumam ter uma abordagem mais descontraída para processos da empresa. No entanto, a gestão da TI torna-se importante, no caso de recuperação em caso de falhas ou paradas do core business. Mas como controlar a TI da sua empresa? A seguir, veja algumas dicas de como desempenhar essa tarefa essencial.

Responsabilidade e organização em foco

Embora os profissionais de TI busquem trabalhar mais descontraídos, isso não os livra da necessidade de manter o controle formal do trabalho que desempenham. Até porque este controle é o que vai garantir a ausência de problemas futuros. O controle de informações, dados e pessoas, se resume à necessidade de monitorar, conhecer e limitar quem, quando e como tem acesso às informações disponibilizadas em bancos de dados ou sistemas em geral.

O registro e a documentação dos sistemas é a ferramenta que garante que seu sistema vem sendo tratado e desenvolvido de modo profissional. Eventuais mudanças, ajustes e configurações poderão ser compreendidos por qualquer pessoa que venha a acessar os sistemas, além de dar ao empreendedor total conhecimento do que foi ordenado a eles. Alguns tipos de atividades precisam ser checados e auditados com frequência e a falta de documentação e registro impede o sucesso dessas operações.

Possibilidade de aprender com os problemas

Diante da necessidade de inserir muitos dados organizacionais em sistemas que permitam a automatização das tarefas, a seriedade com que esse trabalho é pensada gera pesquisas constantes para a melhoria de métodos em geral.

Embora tudo isso esteja acontecendo no mundo, ainda existem muitos empreendedores que atuam sem controles e até mesmo sem backups e expõe a sua atividade ao risco. Há chances de que algum dia suas máquinas ou sistemas deixem de funcionar e dados valiosos e irrecuperáveis sejam perdidos. Também devemos considerar o risco de invasões. Essa preocupação com o roubo de dados tem que ser trazida à tona, pois existem questões de responsabilidade civil e criminal envolvidas.

É recorrente que grandes empresas sejam invadidas e dados sejam levados a público simplesmente para mostrar que é possível. Nesses casos as consequências são imprevisíveis.

Nem toda solução custa caro

Muitas vezes, a solução para a segurança passa pela aquisição de sistemas de proteção, máquinas reserva e desenvolvimento de soluções personalizadas. Mas não se deve ignorar o potencial que a adoção de políticas pessoais e profissionais dentro da organização tem para oferecer mais segurança.

Tratamento de senhas, sigilo das informações, postura profissional e documentação regular de atividades e sistemas são tarefas que nem sempre agregarão custos, mas que podem produzir resultados positivos em relação à imagem de mercado da corporação e sistematicamente diminuir a ocorrência de problemas com a segurança da TI.

 

Está pronto para aprimorar a gestão de TI da sua empresa? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *