Recuperação de Dados – Do desespero aos arquivos íntegros

RecoverData

É fato que a tecnologia modificou a forma de organização das pessoas e empresas. O número de dados e informações trafegados na internet, originados de diversas mídias de armazenamento, é gigante. As organizações se tornaram dependentes de vasta produção de conteúdos para vários objetivos. A população também passou a usar seus equipamentos, mas para organizar sua vida pessoal. E onde ficam guardados todas essas informações? O que fazer no caso de perder esses dados? Quais as prevenções necessárias? Estas preocupações se tornaram clássicas na sociedade digital.

Breve conceito

O Hard Disk (HD) ou, em português, disco rígido, é um dispositivo mecânico e eletrônico que fica no computador com o objetivo de armazenar as informações, seja sistema operacional, pacote de softwares para utilização essencial, programas, arquivos de documentos e mídias. Com a evolução para dispositivos mais reduzidos surgiu o HD externo, usado desacoplado do computador – principalmente em equipamentos como notebook – sendo designado, geralmente, como solução para backup de dados.

No limite do desespero

É muito desagradável quando uma pessoa descobre que está na iminência de perder seus dados. Agora, imagine no caso de uma organização com um volume grande de informações. As duas situações podem trazer prejuízos imensuráveis. No entanto, adversidades como HD’s corrompidos, cabeças de discos danificadas, HD que caiu no chão e parou de funcionar, falhas em discos do servidores, nem sempre são motivos de desespero. Existem métodos capazes de recuperar seus dados, lógicos ou físicos. Quer saber quais?

Fique por dentro de alguns métodos que existem para recuperação de dados

Certamente, a prevenção é muito melhor para evitar esforço com possível recuperação de dados. Com o advento do cloud computing ou nuvem, muitas empresas estão optando por esta solução para ficarem resguardados de possível risco de perda de dados.  As práticas de backup, seja no ambiente interno ou externo, normalmente são definidas em planos de continuidade. Algumas soluções podem onerar o orçamento, mas remetem a maior segurança da informação. Entretanto, mesmo com todo o plano de ação definido, ainda é possível que o impacto seja grande em caso de danificação de HD ou formatação, eventual queda do servidor ou por problemas lógicos, como dados corrompidos, por exemplo.

É possível utilizar alguns métodos para recuperação de dados, como:

  • Softwares de mercado para recuperação decorrente de algum dano provocado ao aparelho;
  • Utilização de hardware específico para acoplar ao HD, realizar varredura e realizar o processo de recuperação;
  • Backup remoto das principais funcionalidades do servidor, com facilidade de restauração;
  • Adoção de cloud computing com políticas bem definidas para backup;
  • Virtualização, considerando a criação de uma versão virtual para um dispositivo de armazenamento (storage);
  • Se a perda dos dados for proveniente de algum vírus, é possível, com o apoio de softwares, detectar o tipo de vírus e utilizar a ferramenta apropriada para recuperação dos dados.

Algumas empresas são obrigadas a guardar suas informações por anos a fio, seja devido a aspectos legais, de segurança ou por definição do próprio negócio. Até mesmo pessoas físicas possuem a necessidade de armazenamento de dados, seja pelos aspectos legais ou pessoais. O fato é que o risco de perder esses dados tornou-se menor com as soluções de mercado para recuperação de dados. Mas, recuperar dados não é uma tarefa trivial. É preciso ter experiência, paciência e contar com as ferramentas adequadas.

Deseja maiores informações? Deixe seu nome conosco que entraremos em CONTATO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *